Campanha de Valorização e Respeito às prerrogativas do Despachante Aduaneiro

Sem o Despachante Aduaneiro não há Comércio Exterior”. Dia 25 de Abril é comemorado o dia do Despachante Aduaneiro. Essa data marca o início de uma extensa mobilização de valorização e respeito as prerrogativas deste profissional.

Foto: Arquivo Fórum Nacional dos Despachantes Aduaneiros

A Campanha de Valorização e Respeito ao Despachante Aduaneiro é uma ação promovida pela ADAB – Associação dos Despachantes Aduaneiros do Brasil, e deve ao longo do ano somar-se a outras entidades que operam direta e indiretamente no Comércio Exterior.

A campanha teve início no dia 25 de abril, data em que se comemora o dia do Despachante Aduaneiro. A primeira etapa tem o objetivo de reunir apoios por meio produções jornalísticas, intervenções voluntárias (manifestações, relatos, publicações de documentos, etc.). Desde a primeira hora do dia 25 diversas manifestações do Brasil foram registradas nas redes sociais. Todo o material será coletado e disponibilizado no site da entidade através do endereço eletônico www.adabrasil.org.br.

A reunião desse material deve servir de apoio e fundamentação para as reivindicações previstas ao longo da campanha, como por exemplo, a retomada do projeto de lei que trata do Conselho Nacional de Despachantes Aduaneiros, além de outras normas que vierem a ser formuladas em consonância com a defesa das prerrogativas do Despachante Aduaneiro.

Bem-dita a frase, “ Sem o Despachante Aduaneiro não há Comércio Exterior”. Numa alusão a construção literária dos advogados na defesa de suas prerrogativas, o Despachante fluminense Ricardo Lins invoca a mesma construção no esforço de enfatizar a relevância das prerrogativas do Despachante Aduaneiro, desrespeitadas nos últimos anos.

Há mais de 150 anos em atividade, o Despachante Aduaneiro presta um serviço imprescindível ao Estado e para a economia; exercício profissional que se adapta ao tempo e caminha pari passu frente as inovações e as tecnologias, sem a qual, sua ação no desembaraço aduaneiro não seria possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui